Sicoob Credimonte inaugura agência em comunidade de BH

O Sicoob Credimonte inaugurou em 31 de maio uma agência no bairro Alto Vera Cruz, região Leste de Belo Horizonte. O projeto nasceu há cerca de um ano e meio, idealizado em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA), ONG originária do Rio de Janeiro, cuja essência é a promoção social das favelas, presente em todos estados brasileiros e com influência em mais 17 países.

O evento aconteceu na agência situada na Rua Desembargador Saraiva, 766, bem no centro comercial da região e contou com a presença de cerca de 200 pessoas, entre autoridades, lideranças locais, associados e representantes do sistema cooperativista. A ideia de abrir uma agência em uma região onde os bancos convencionais nunca se interessaram em atuar, já era um sucesso antes mesmo da inauguração. Em uma ação comercial antes mesmo da inauguração, foram abertas mais de 300 contas, tamanha a expectativa da população da região, que supera 70 mil pessoas.

Em seu discurso, o presidente do Conselho de Administração do Sicoob Credimonte, Antenógenes Júnior, ressaltou que “a inauguração da agência do Sicoob Credimonte no Alto Vera Cruz nada mais é do que um resgate às origens do cooperativismo. Estar presente em regiões carentes, promovendo o crescimento destas comunidades, faz parte da essência do cooperativismo”.

Todos os detalhes foram pensados para trazer mais conforto e facilidade para o dia a dia do “povo do Alto”, como gostam de ser chamados. Dos dez funcionários da agência, seis são moradores do bairro, profissionais altamente capacitados e com fortes vínculos com a comunidade local. O projeto arquitetônico trouxe a sensação de aconchego e bem-estar, seguindo a nova proposta de ambientação das agências Sicoob, além de ser uma agência completa, ampla, moderna e tecnológica, oferecendo conforto e comodidade aos cooperados.

Em seu discurso na inauguração, o vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac, ressaltou que o espaço “não é uma agência qualquer, mas sim uma agência de alto padrão, do jeito que a comunidade do Alto Vera Cruz merece”.
Os presentes puderam sentir esse clima de aconchego já no início do evento. Recepcionados pelas Meninas de Sinhá, grupo tradicional da cultura do bairro, os convidados foram acolhidos com cantigas de roda que remetiam à infância.
Elias Ribeiro, um dos líderes comunitários do Alto Vera Cruz, pediu a palavra para entregar ao Presidente da cooperativa e aos representantes da CUFA uma placa de agradecimento pelo empreendimento, considerado tão significativo para a região. Na placa, consta a frase: “Do Monte, para o Alto, para o povo”. Antenógenes Júnior também fez a entrega de três placas de homenagem, sendo duas para os representantes da CUFA, Francislei Henrique Santos e Marciele Aparecida Procópio Delduque e a terceira para Rodrigo Oliveira, diretor da Agência BluePause, que participaram desde o início do projeto e cuja dedicação e empenho possibilitaram a sua concretização.

Case de Sucesso
A agência do Sicoob Credimonte do Alto Vera Cruz já é reconhecida nacionalmente. O Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Credimonte, Antenógenes Júnior, e comitiva, participaram em Brasília, nos dias 15 e 16 de março, do 2º Vende Sicoob, maior convenção de negócios do Sistema Sicoob, com mais de 2.300 participantes de todo o país. Na ocasião, o “case” Alto Vera Cruz foi apresentado no Painel “Sustentabilidade Econômica Potencializando o Impacto Social”, promovido pelo Instituto Sicoob, sendo escolhido como um dos três principais projetos do país.

A importância da CUFA para o projeto
Antenógenes Júnior explica que “por ser uma cooperativa do interior do Estado, dificilmente o Sicoob Credimonte teria acesso ao mundo de possibilidades do Alto Vera Cruz, não fosse pela parceria com a CUFA.” A ONG é reconhecida como uma das principais instituições incentivadoras do crescimento econômico e social das favelas. Francis Santos, presidente da CUFA em Minas, afirma que “a parceria com o Sicoob Credimonte possui uma enorme sintonia de propósitos, e não há dúvidas de que o projeto já deu certo”. Ele defende que “a CUFA escolhe com muito cuidado suas parcerias, pois a fragilidade dos ambientes onde ela atua não permite erros”.

Sicoob Sistema Crediminas sob nova direção

Sicoob Central Crediminas e Sicoob FGD empossam novos Conselhos de Administração e Diretoria Executiva

No final de junho, o Sicoob Central Crediminas e o Sicoob FGD renovaram seus dirigentes.

Em uma sessão solene no auditório da Central, foram empossados conselheiros de Administração e diretores executivos para o novo mandato e conselheiros de Administração do Sicoob FGD.

“Hoje renova-se um processo do Sicoob Sistema Crediminas, com a entrada de novos conselheiros na Central e no Sicoob FGD e, a continuação do trabalho do trabalho dos diretores executivos, com a novidade da instituição da terceira Diretoria, fruto de um processo democrático e transparente”, afirmou Geraldo Souza Ribeiro Filho.

Na solenidade, compuseram a mesa de honra o presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas, Geraldo Souza Ribeiro Filho; o vice-presidente da Central (que concluiu ontem o mandato) Ivan lemos Brandão; o diretor-presidente do Sicoob Central Cecremge e vice-presidente do Sistema Ocemg/Sescoop, Luiz Gonazaga viana Lage ; o presidente da FAEMG, Roberto Simões; a assessora do Sistema Ocemg/Sescoop Isabela Perez e o ex-presidente do CA da Central, Heli de Oliveira Penido.

Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas:
•Geraldo Souza Ribeiro Filho – Sicoob Agrocredi – presidente
•João Batista Bartoli de Noronha – Sicoob Credicaf
•João Pinto de Oliveira – Sicoob Credivertentes
•Iesser Cunha Lauar – Sicoob Credijequitinhonha
•José Pedro Garcia Reis – Sicoob Credivar
•Júlio Cézar Aguiar – Sicoob Credivag
•Reginaldo Dias Machado – Sicoob Frutal
•Vitor Hugo Gomes – Sicoob Crediara
•Júlio Cézar Ribeiro de Andrade – Sicoob Credifor

Diretores-superintendentes  da Central

•Elson Rocha Justino
•Jesus Ferreira de Carvalho
•Wagner Luiz Silva

Conselho de Administração do Sicoob FGD:

•Geraldo Souza Ribeiro Filho – Sicoob Agrocredi – presidente
•Júlio Cezar Aguiar Diniz  – Sicoob Credivag
•Reginaldo Dias Machado – Sicoob Frutal
•Valdei Costa Barbosa – Sicoob Carlos Chagas
•Júlio Cézar Ribeiro Andrade – Sicoob Credifor

Adeus a Alberto Ferreira

O presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas, Alberto Ferreira, faleceu no dia 20 de janeiro, em um acidente de automóvel em Governador Valadares (MG).

Líder cooperativista deixa legado de sucesso

O líder cooperativista, desde cedo se comprometeu a concentrar sua energia, empenho, propósitos e inteligência para desenvolver o cooperativismo mineiro e continuar o trabalho de grandes líderes que o antecederam, aos quais ele sempre se referia com respeito e admiração.

Alberto Ferreira nasceu em berço cooperativista. Ainda em 1911, em Virginópolis, então distrito de Guanhães, foi fundada a Cooperativa Agrícola de Guanhães. Entre seus fundadores estavam seus familiares: avô, bisavô, tios, além de um tetravô.
O pai de Alberto Ferreira, Cantídio Ferreira da Silva, recém-casado, instalou-se em Governador Valadares em 1938, inicialmente como comerciante e, posteriormente, dedicou-se à pecuária. Nesta atividade, desenvolveu legendária atuação, tendo sido em 1959, um dos fundadores da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce. Por meio do exemplo de liderança séria, justa e dedicada, de seu pai, Alberto Ferreira o tomou como exemplo e seguiu seus passos.

Buscou formação em medicina veterinária e, logo em 1982, elegeu-se conselheiro de Administração da cooperativa agropecuária, exercendo por dois mandatos os cargos de diretor-financeiro e comercial. Desejando alçar voos mais destacados e buscando o desenvolvimento socioeconômico local, agrupou grandes personalidades respeitadas da região para instituir a Cooperativa de Crédito Rural do Vale do Rio Doce, isso em 1992. Desde então, Alberto Ferreira exerceu funções na direção e nos Conselhos da cooperativa, passando a ser diretor-presidente em 2000, quando teve a honra de substituir, o grande líder Luiz de Castro Cortes.

Tão logo instituída, a cooperativa de crédito de Governador Valadares, hoje Sicoob Crediriodoce, filiou-se à então incipiente Cooperativa Central de Crédito Rural de Minas Gerais, o Sicoob Central Crediminas.
Relacionando-se e atuando no cooperativismo de crédito mineiro, em 1993, por indicação de Heli de Oliveira Penido, Alberto Ferreira tornou-se conselheiro e também diretor da Central. Ao longo de sua trajetória cooperativista e relacionamento com entidades e autoridades do cooperativismo, foi convidado a exercer cargos de direção em outros órgãos como Sistema Ocemg, Sicoob Confederação, Bancoob.

Durante sua caminhada profissional de representatividade política, Alberto Ferreira sempre lutou para destacar de forma consistente e positiva a importância do cooperativismo e do produtor mineiro. Sendo assim, ele também integrou por 15 anos, a Diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais – FAEMG, na época, presidida por Gilman Viana Rodrigues.

Ao atuar em várias frentes e entidades de classe, Alberto Ferreira construiu sua experiência convivendo com renomadas autoridades das áreas econômica, social e política de Minas Gerais. Moldando a sua imagem com perseverança, sabedoria, vanguardismo e sobretudo profissionalismo.

Em seu discurso de posse como presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas, Alberto Ferreira, agradeceu a um dos amigos de seu pai, que esteve ao seu lado na fundação do Sicoob Crediriodoce, Eurídes Inácio de Lima, a quem ele atribuiu ser uma figura disciplinadora que o auxiliou a abrandar seus ímpetos juvenis, por meio de conselhos, além de orientá-lo a fim de aprimorar sua postura profissional.

Em sua trajetória no Sicoob Central Crediminas, ele sempre reverenciou as personalidades que nortearam o desenvolvimento do Sistema e, sobretudo, das cooperativas filiadas, com seus grandes líderes e inúmeras batalhas que levaram o Sicoob Sistema Crediminas ao centro de destaque do cooperativismo de crédito brasileiro e manteve em toda a sua gestão o Sistema de forma coesa e com a marca da credibilidade e do reconhecimento.

Além das personalidades que se relacionaram e foram companheiras de Alberto Ferreira, ele sempre ele agradecia à sua família. Em seus discursos, nos incontáveis eventos que participou ou que foi anfitrião, ele ressaltava a importância dos seus familiares. À Yasmine e à Isadora, ele sempre agradecia a acolhida amorosa; aos filhos Ludmilla, Ana Carolina e Alberto Cantídio ressaltava o amor e a união em que viviam e à esposa Mara, reconhecia a dedicação e o companheirismo, sempre reafirmando a importância dessa convivência para ser uma pessoa melhor.

                      Alberto Ferreira em frente à sede do Sicoob Central Crediminas, em Belo Horizonte/MG.

 

Líder engajado

Em sua trajetória cooperativista, Alberto Ferreira, vivenciou muitas batalhas e ressaltava que nesta década, o tão esperado futuro do cooperativismo batia à porta. O crescimento pelo segmento tornou-se espetacular, a ponto de ter reconhecimento nacional, por meio não apenas da sociedade, mas de autoridades governamentais e pela conquista de importantes marcos regulatórios. Vitórias de lutas cruciais ao cooperativismo, muitas delas, lideradas pelo seu grande mestre, Heli de Oliveira Penido.

Dentre as conquistas, Alberto Ferreira destacava a Lei Complementar 130, sancionada em abril de 2009, que deu mais visibilidade ao sistema cooperativista de crédito brasileiro e, trouxe em seu bojo, a promessa de alterar definitivamente a maneira como as cooperativas de crédito se posicionam em relação ao mercado financeiro, com novas expectativas de expansão e crescimento.

Outra conquista vista por Alberto Ferreira, foi logo no início de 2018, a Lei Complementar 161, sancionada em janeiro, que autoriza as cooperativas de crédito a captarem recursos de municípios. Aliás, à frente do Conselho de Administração do Sicoob Crediriodoce, o presidente já estava com sua equipe trabalhando para atuar sob esse novo regime, com o objetivo de proporcionar ainda mais progresso à região do Vale do Rio Doce.

 

Líder vanguardista

Alberto Ferreira sempre buscou formação qualificada para conduzir com maestria seus trabalhos e se aperfeiçoar constantemente como liderança cooperativista. Sua gestão foi marcada por incentivo constante à profissionalização das equipes das cooperativas filiadas e de todos os profissionais do Sistema.

Como dirigente de grande destaque no cenário nacional, Alberto Ferreira, constantemente buscava lapidar a sua formação, conhecendo modelos internacionais, ele os classificava como mais maduros por conta de sua origem centenária. Participava ativamente de missões para interagir com os sistemas cooperativistas do Canadá, França, Estados Unidos, Alemanha, Portugal, dentre outros países, sobretudo, os europeus, além de incursões pelo Brasil para aprender e apresentar a outros líderes, novos conceitos e boas práticas no cooperativismo.

Segurança bancária deve virar competência federal

A Câmara Municipal de João Pessoa (PB) aprovou em 2015 uma lei que determinou a instalação de vidros blindados na fachada de todas as agências bancárias da cidade. A medida foi tomada com o objetivo de aumentar a segurança nos estabelecimentos. Mas os bancos alegam que o efeito na prática é justamente o oposto: os criminosos poderão se valer da blindagem da agência como ‘escudo’ contra a ação da polícia. Sem falar na maior dificuldade de acesso ao local em um possível caso de incêndio.

A lei aprovada na capital da Paraíba é apenas uma entre milhares relacionadas a itens de segurança e conforto que os bancos precisam seguir para operar suas agências em todo o país. Para as instituições, muitas das normas editadas nos mais de 5,5 mil municípios brasileiros são inócuas ou podem deixar os clientes em situação ainda mais vulnerável.

Essa situação pode mudar com a aprovação do Estatuto da Segurança Privada e da Segurança das Instituições Financeiras. A lei em tramitação no Congresso, transfere para a esfera federal a competência sobre a segurança nas agências. O projeto foi aprovado na semana passada na Comissão de Assuntos Sociais do Senado e pode ser votado em plenário ainda neste ano.

Clique aqui e confira a matéria no Valor Econômico.

Campeonato Mineiro 2017 será patrocinado pelo Sicoob

Parceira do Sicoob Central Crediminas e Sicoob Central Cecremge é responsável pelo patrocínio

No próximo ano, o Campeonato Mineiro tem como novo patrocinador o Sicoob, o maior Sistema de Cooperativas de Crédito do país. Com o patrocínio master, a marca Sicoob dá nome à competição em 2017, que passa a se chamar ‘Campeonato Mineiro Sicoob’.

Formalizado nesta segunda-feira (12) por meio das estruturas regionais Sicoob Central Crediminas e Sicoob Central Cecremge, o patrocínio irá garantir uma importante receita para a FMF que, pelo segundo ano consecutivo, formaliza uma parceria remunerada para o campeonato.  “Quando o futebol fala, as pessoas escutam. Como é um esporte muito popular e com um grande peso, ele deve ser utilizado para empreender ações sociais, ser engajado na responsabilidade e na inclusão social. Esta característica se assemelha ao cooperativismo de crédito. Da mesma forma que as cooperativas de crédito estão em todo o estado, nós temos quase 90 mil atletas federados, por isso estamos muito satisfeitos com esta parceria”, explica Castellar Modesto Guimarães Neto, Presidente da Federação Mineira de Futebol.

Para os novos patrocinadores, a parceira estabelecida com a FMF é uma grande oportunidade para unir o cooperativismo e o futebol. “Atuamos em todo o estado e ao associarmos nossa marca a um campeonato de tamanha expressão e, sobretudo, contribuindo para sua realização, é uma grande satisfação. Por meio do esporte, um número maior de mineiros também poderá conhecer melhor o cooperativismo de crédito e usufruir das suas vantagens e peculiaridades”, ressaltou o presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas, Alberto Ferreira.  “Vimos com o patrocínio do Campeonato Mineiro de Futebol, além de levar a mensagem do cooperativismo a todas as pessoas do Estado, a oportunidade de realizar através do esporte, o primeiro trabalho conjunto entre o Sicoob Central Crediminas e Cecremge, que proporcionará uma abertura maior para outras realizações que virão”, afirmou Luiz Gonzaga Viana Lage, Diretor presidente do Sicoob Central Cecremge.

 

Sobre o Sicoob

O Sicoob é o maior sistema de cooperativismo de crédito do país, atuando em todos os estados brasileiros, inclusive no Distrito Federal, com mais de três milhões de associados, 491 cooperativas filiadas e mais de 2.500 pontos de atendimento.

As cooperativas de crédito são instituições financeiras formadas pela associação de pessoas para prestar serviços financeiros aos seus associados que são ao mesmo tempo donos e usuários dessas entidades, participando de sua gestão e usufruindo de seus produtos e serviços.

Nas cooperativas de crédito, os associados encontram os principais serviços financeiros, como conta-corrente, aplicações financeiras, cartão de crédito, empréstimos, financiamentos, poupança, seguros, consórcios, dentre outros.

Autorizadas e supervisionadas pelo Banco Central, as cooperativas têm as mesmas garantias dos bancos, através do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop).

contrato_campeonato mineiro

LEGENDA: Na foto, a partir da esquerda : Elson Rocha Justino (diretor-superintendente do Sicoob Central Crediminas); Castellar Modesto Guimarães Neto (Presidente da Federação Mineira de Futebol); Luiz Gonzaga Viana (diretor-presidente do Sicoob Central Cecremge); Ivan Lemos Brandão (vice-diretor CA do Sicoob Central Crediminas) e Márcio Olívio Villefort Pereira (diretor-administrativo do Sicoob Central Cecremge).

 

Resultado do Sicoob avança 9% no primeiro semestre

Com variações positivas em todos os indicadores, as cooperativas financeiras do Sicoob encerraram o primeiro semestre de 2016 com resultado de R$ 1,3 bilhão, um crescimento de 8,5% em relação ao R$ 1,2 bilhão contabilizado no mesmo período de 2015.

Já o patrimônio líquido somou R$14,9 bilhões, um salto de 15,8% em relação ao 1S15. Os ativos totais alcançaram R$ 68,8 bilhões no primeiro semestre de 2016, evolução de 23,4% ante os R$ 55,8 bilhões registrados em igual período do ano passado. Os depósitos somaram R$ 43,6 bilhões, aumento de 22,2% em relação a 2015, com destaque para os depósitos a prazo e de poupança, que evoluíram 29,6% e 9,3%, respectivamente. Para efeito comparativo, as cinco principais instituições financeiras privadas do Brasil apresentaram retração de 18% no lucro líquido no período.

“Mesmo em um momento de incertezas na economia Brasileira, o modelo de negócio das cooperativas financeiras vem mantendo sua expansão, o que denota a solidez e a capacidade de adaptação às condições do mercado”, afirma o presidente do Sistema Sicoob, Henrique Castilhano Villares.

Em consonância ao mercado, as transações por mobile e internet, apresentam-se em franca expansão, representando 64% do total de transações. Com o mobile, o avanço foi de 28%, e internet, 36%. Em 2012, estes canais concentravam apenas 29% das transações.

Outro destaque do período foi o crescimento da rede atendimento, presente em todos estados brasileiros, com crescimento de 6,4%, alcançando 2.486 pontos. Foram 149 novos de pontos de atendimento adicionados à rede Sicoob.

Em número de associados, o Sistema tem se mostrado atrativo, com aumento de 9,8%, somando 3,4 milhões de pessoas ao final do primeiro semestre.

Outro marco do primeiro semestre foi a adesão de uma nova Central em São Paulo, o Sicoob UniMais. A filiação faz parte das estratégias do Sicoob de consolidar sua posição de liderança no Cooperativismo Financeiro Nacional, além de ser baseado no plano de expansão e ganho de escala. Assim, com a união, a instituição somou 61 pontos de atendimento localizados nas mais diversas cidades do interior paulista, litoral e também grande São Paulo; R$ 1,3 bilhão de ativos totais; R$ 703 milhões de operação de crédito; R$ 1,1 bilhão de depósitos totais; R$ 191 milhões de patrimônio líquido; e 40 mil associados.

Com esses números, o Sistema alcança, neste semestre, R$ 70,1 bilhões em ativos, R$ 36,9 bilhões em operações de crédito, R$ 44,7 bilhões em depósitos (à vista e a prazo) e R$ 15,1 bilhões em patrimônio líquido. Além disso, o número de associados cresceu 11% e a rede de atendimento já chega a 2.548 pontos com a entrada da Central.

Susep aprova constituição do Sicoob Seguradora

Na sexta-feira (12), a Superintendência de Seguros Privados (Susep) autorizou a entrada em operação da Sicoob Seguradora de Vida e Previdência S/A, por meio da portaria nº 6.620. Com capital social inicial de R$ 40 milhões e sede em Brasília (DF), a nova companhia é resultado de uma joint venture entre a seguradora Mongeral Aegon e o Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob), Banco do Sistema Sicoob. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e o Banco Central (BC) aprovaram a operação que espera alcançar, no seu primeiro ano de operações, um faturamento da ordem de R$ 100 milhões. A chegada da Sicoob Seguradora ao mercado tem como meta levar seguros de vida e planos de previdência aos quase quatro milhões de cooperados da instituição no País e a expectativa é que a empresa esteja no grupo das dez maiores seguradoras do Brasil.

O conselho de administração da nova seguradora é composto por Marco Aurélio Borges de Almada Abreu (presidente); Nilton Molina (vice-presidente); Elson Rocha Justino e Helder Molina (conselheiros). Já a diretoria é composta por Helder Molina (presidente); Marcelo Carneiro da Costa (diretor Administrativo Financeiro e Técnico Operacional); e Guilherme Ciarrocchi Ferreira (diretor Comercial).

Novos Apps para Associados

No próximo dia 25 de agosto serão lançadas duas novidades para garantir maior controle dos gastos pessoais dos associados, o App Minhas Finanças e o Sicoobcard Mobile.

O App Minhas Finanças permite a gestão completa do fluxo financeiro do usuário: cadastrar diversas contas; coordenar recebimentos e pagamentos, com a opção de anexar comprovantes; definir metas; simular transações por valor da parcela, taxa de juros ou valor total, inclusive adicionar simulações dos sonhos financeiros, tanto para financiamentos quanto investimentos; além de contar com gráficos de orçamento para acompanhar metas e receber avisos de várias situações por meio da funcionalidade Notificações.

O outro lançamento é o Sicoobcard Mobile, aplicativo que oferece funcionalidades que vão muito além da consulta da fatura. O novo App permite controlar os gastos em tempo real, além de poder definir limites, programando o quanto gastar naquele período por categoria (lazer, combustível, roupas etc); desbloquear e bloquear o cartão; gerar boleto para pagar a fatura, inclusive um cartão virtual para compras online; conta também com gráficos completos e notificações de: saque, fatura e limites gastos por categoria, entre outras facilidades

Sicoob entre as Melhores e Maiores Empresas 2016

Ranking da EXAME, reconhecido por destacar empresas e instituições de maior excelência no Brasil, aponta o Sicoob como 51º maior grupo e exalta operação do Bancoob em nove categorias.

O maior Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil, o Sicoob, desponta como um dos 200 maiores grupos do Brasil pela Edição Especial da Revista EXAME – Melhores e Maiores 2016. O Sicoob ocupa o 51º lugar no ranking, demonstrando sua força entre as instituições financeiras no País e representando todo o potencial do cooperativismo brasileiro.

Adicionalmente, o Bancoob – agente financeiro e facilitador na redução dos custos das cooperativas do Sicoob – está contemplado como um dos 100 maiores bancos da América Latina e como um dos 50 maiores bancos brasileiros. É também destaque nas categorias de Crédito Rural, em 5º; Crédito para Grandes Empresas, em 13º; Empréstimos e Financiamentos, em 20º; Depósitos em Poupança, em 9º; Total do Ativo Ajustado, em 17º; Riqueza Criada por Empregado, 13º; e Emissões de Cartões de Crédito, em 10º.

O ranking tem como base as informações financeiras de grandes empresas do país, por meio de levantamento de demonstrações contábeis com o parecer de auditores independentes. O Melhores e Maiores – 2016 está disponível no portal para assinantes, no aplicativo e na Revista Exame, em todas as bancas do país.

Sicoob recebe prêmios no efinance 2016

A maior instituição financeira cooperativa do país, o Sicoob, conquistou prêmios na 16º edição do efinance com os projetos de mobile banking e a nova plataforma para concessão de crédito rural. A cerimônia realizada em São Paulo, na noite de 22 de junho, teve como objetivo identificar e apontar os projetos mais importantes na área de tecnologia da informação e comunicação implementados pelas organizações financeiras do país.

O case Mobile Banking Sicoob foi eleito o melhor em sua categoria devido a sua eficiência e soluções inovadoras. “Uma em cada três operações realizadas em nosso sistema foram por meio do dispositivo móvel no último mês. O cooperado encontra em seu bolso os mesmos recursos disponíveis do internet banking e das agências, com mais de 100 possibilidades de transações”, ressalta Ricardo Antonio de Souza Batista, diretor de Tecnologia da Informação da instituição.

O aplicativo mantém também uma alta aprovação dos usuários. Sua nota de satisfação atingiu o índice de 4,7 de em um total de 5 nas lojas virtuais da Apple e Google, superando os números das aplicações dos grandes bancos de varejo. Este cenário se explica devido à simplicidade do uso atrelada às constantes inovações do Sicoob para acompanhar as novidades de cada dispositivo. Um exemplo é o sensor de biometria para dispositivos com sistema operacional iOS e Android que facilitam o reconhecimento do associado durante o login e substitui o uso da senha.

Já a nova Plataforma de Crédito Rural levou o título de melhor case na categoria de crédito rural. Com a plataforma, o funcionário da cooperativa pode realizar a aprovação de crédito rural em qualquer lugar, remotamente, a partir de dispositivos móveis como smartphones e tablets. “Isso proporciona mais agilidade e menos burocracia, fatores que contribuem para a chegada dos recursos financeiros a produtores rurais alocados em regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos no país”, destaca Ricardo.

“O reconhecimento do Prêmio efinance, pelo sexto ano consecutivo, expressa a liderança do Sicoob na adoção de tecnologias e canais digitais inovadores no sistema financeiro. O objetivo das novas tecnologias é utilizar os recursos disponíveis em cada dispositivo sempre com foco na melhoria da experiência do usuário”, completa.